Cairo: pontos turísticos

Vamos falar de Cairo: pontos turísticos. A cidade do Cairo é a maior cidade do Oriente Médio. São mais de 19 milhões de pessoas. Podemos dizer que o Cairo nunca dorme, e é verdade. Pense numa cidade em que você pode encontrar lojas abertas de madrugada ou pedir delivery a qualquer hora.

Há muito o que se falar desse lugar, e vamos nos concentrar nas principais atrações turísticas (e outras um pouco menos). Ainda assim, é importante que você saiba que esse labirinto oferece muitas possibilidades, e que se você está planejando uma visita, vai com certeza se surpreender com uma cidade onde tudo se mistura: o novo, o antigo, passado e presente, tradição e revolução.

1) Pirâmides de Gizé

Cairo: pontos turísticos número 1. É impossível não começar falando nas famosas Pirâmides de Gizé. Bem, como o próprio nome diz, as pirâmides na verdade ficam em Gizé, mas a proximidade entre as duas é grande (20km de Gizé até o centro do Cairo), formando na verdade uma conurbação. Quando você chegar no complexo das pirâmides vai perceber que esse sítio arqueológico é enorme! Vendo nas fotos, parece que elas estão pertinho uma das outras, não é mesmo? Mas nada disso; prepare-se para caminhar. No mesmo local você vai encontrar a misteriosa Esfinge, que na verdade ficou por milênios com o corpo enterrado, sendo apenas totalmente desenterrada entre 1925 e 1936. Ufa! Enquanto estiver no sítio arqueológico, você pode entrar nas pirâmides, mas atente-se: você deve comprar um bilhete extra. Ah, e prepare-se para uma subida íngrime. No local também encontra-se o Museu Barco Solar, que também pede um ingresso extra.

2) Museu Egípcio

Cairo: pontos turísticos número 2. Depois das Pirâmides de Gizé, o Museu Egípcio é o segundo ponto turístico mais importante da cidade, pois é onde você vai encontrar tantos, mas tantos artefatos do Egito Antigo que pode facilmente passar o dia todo lá. Na verdade, são cerca de 120.000 itens. Mas o museu está com os seus dias contados. Calma! Ele está apenas sendo transferido para perto das Pirâmides de Gizé, onde um novo e mais moderno lar está sendo construído. Vale muito a pena fazer esse passeio com um guia de turismo porque são muitos os detalhes e faz toda a diferença entender as inscrições, desenhos e ter acesso a diversas informações. Nossos pacotes já incluem um guia, mas se você estiver viajando por conta própria, também pode encontrar guias na porta do museu.

3) Khan El-Khalili

Cairo: pontos turísticos número 3. Ah! Por onde começar? Bem, se você já esteve na Rua 25 de Março em São Paulo ou no Saara no Rio de Janeiro, poderá ter uma ideia do que Khan El-Khalili se trata. Ainda assim, coloque uma pitada de tempero árabe no estilo Aladdin. Colocou? Pois então, Khan El-Khalili é um enorme mercado aberto localizado numa tradicional área muçulmana da cidade e é um dos mais antigos do Oriente Médio, datando do século XIV. É o lugar perfeito pra você comprar seus souveniers, e, muito além disso, é uma experiência a ser vivida. Em Khan El-Khalili você faz um filme mental do que é o Cairo atual misturado com tradição: vendedores anunciando suas mercadorias (pechinche, pechinche muito, pois nada tem preço), cheiro de temperos, joalherias, ruas estreitas, lâmpadas, a Mesquita El-Hussein, etc. É realmente fascinante.

4) Cidadela de Saladino

Cairo: pontos turísticos número 4. Com certeza, a Cidadela de Saladino precisa estar no seu roteiro. Outro lugar riquíssimo em história, a Cidadela já serviu de fortaleza contra a invasão das cruzadas, já foi sede do governo por mais de 700 anos, é onde estão três mesquitas muitos importantes (como a Mesquita de Muhammed Ali), o Palácio Gawhara, o museu de carruagem e o museu militar. Sem contar que da cidadela você tem uma vista incrível do Cairo. Não é a toa que o lugar é escolhido por muitos casais para fazerem fotos de casamento. Aliás, falando em foto, se você tiver tempo, dê uma passada no Azhar Park, que é logo ali perto. Esse parque é uma grande área verde e ótimo para fazer uma caminhada, almoçar no restaurante local e também para apreciar a vista.

5) Cairo Copta

Cairo: pontos turísticos número 5. Uma das coisas mais interessantes do Cairo é que ele é muito mais do que a imagem que a maioria das pessoas têm acerca de uma cidade do Oriente Médio, e uma outra prova disso é a área copta da cidade. Apesar da maioria da população ser muçulmana, uma minoria é cristã oxtodoxa, e essa influência é bem antiga, como tudo nessa cidade. Lá, você vai encontrar a Igreja Suspensa, que na verdade se chama Igreja de Santa Maria Virgem, mas é assim chamada porque foi construída sob uma das portas da Fortaleza da Babilônia. Conheça também a Igreja de São Jorge e a Igreja de São Sérgio. Você também precisa conhecer o Museu Copta do Cairo, que possui belas obras de arte sacra.

6) Torre do Cairo

Cairo: pontos turísticos número 6. A Torre do Cairo não é um dos principais pontos turísticos do Cairo, sejamos sinceros, mas ainda assim é um ponto turístico. É valido visitá-la se você tiver tempo e quiser explorar os arredores, pois fica num bairro central onde estão ótimos restaurantes, galerias de arte, etc. A Torre do Cairo é um lugar para admirar a cidade do alto e também para almoçar/ jantar no local se você quiser, já que há tanto um restaurante quando cafeteria lá (há, entretanto, quem diga que a comida não é excepcional).

Outros lugares turísticos e experiências que valem a pena:

Mas nossas dicas de ‘Cairo: pontos turísticos’ não param por aqui! Vamos citar algumas experiências que na verdade são praticamente uma parada turística!

Fellucas

Como já ressaltamos, o Cairo é bem diversificado. Se você pretende explorar mais a cidade, depois dos pontos turísticos há uma série de coisas que você pode fazer. Que tal fazer um passeio de felluca? A felluca é um pequeno barco, e existem várias fellucas ao longo do Nilo fazendo um percurso em uma determinada área. Os melhores momentos são no final da tarde, para ver o pôr do sol, ou já de noite, pois é maravilhoso ver a cidade iluminada. As melhores fellucas saem dos bairros de Zamalek, Garden City ou Maadi (Maadi oferece as fellucas tradicionais, que são de barco a vela).

Bares e cafés

Quem disse que o Cairo não tem bares? Aproveite noites de músicas ao vivo no Cairo Jazz Club, em Dokki, que sempre tem uma programação variada, assim como o The Tap, em Maadi, e o The Tap West, em 6 de Outubro. Agora, se você quiser algo bem tradicional, sem a agitação da música, mais próximo ao “bar de esquina”, mas ainda assim com o toque egípcio, visite Horreya, em Downtown. No início você pode até achar meio diferente o espaço, afinal, bebidas alcólicas não podem ser ingeridas em público, mas o lugar antigo de mesinhas pequenas transpira tradição. Ainda em downtown, encontre diversas opções de cafés locais para tomar um café turco ou chá egípcio e pedir uma shisha, o famoso narguilê. Seguindo o mesmo estilo tranquilo, o Rooftop, em Zamalek, oferece uma vista privilegiada do rio Nilo enquanto você pode desfrutar de uma gelada (não recomendamos a comida do local, entretanto).

Top 9 pacotes para o Egito